Leonardo Marques

 

 

Doutor em História pela Emory University (2013), com foco em Mundo Atlântico, América Latina Colonial e Escravidão Norte-Americana. Autor de Por aí e por muito longe: migrações, dívidas e os libertos de 1888 (Apicuri, 2009). Sua tese de doutorado  - The United States and the Transatlantic Slave Trade to the Americas, 1776-1867 - explora a participação dos Estados Unidos no tráfico transatlântico de escravos para as Américas entre 1776 e 1867. Atualmente, se encontra no processo de revisão da tese para publicação (sob contrato com a Yale University Press) e desenvolve um projeto sobre as redes do contrabando negreiro para Cuba e Brasil no século XIX. É professor de História da América Colonial na Universidade Federal Fluminense.

 

Leonardo Marques holds a Ph.D. in History from Emory University (2013), specializing in the fields of Atlantic World, Colonial Latin America, and North American Slavery. He is the author of Por aí e por muito longe: migrações, dívidas e os libertos de 1888 (Apicuri, 2009). His PhD thesis - The United States and the Transatlantic Slave Trade to the Americas, 1776-1867 - explores U.S. participation in the transatlantic slave trade to the Americas between 1776 and 1867. His current project explores the networks of the nineteenth century contraband slave trade to Cuba and Brazil. He is a professor at Fluminense Federal University.

 

Currículo lattes

 

Publicações online

The Contraband Slave Trade to Brazil and the Dynamics of US Participation, 1831–1856. Journal of Latin American Studies, v. FirstView, p. 1–26, ago. 2015.

Slave Trading in a New World: The Strategies of North American Slave Traders in the Age of Abolition, in Journal of the Early Republic, v. 32, p. 233-260, 2012.

A participação norte-americana no tráfico transatlântico de escravos para os Estados Unidos, Cuba e Brasil, in História. Questões e Debates, v. 52, p. 91-117, 2010.