Nicole Damasceno

 

 

Graduada pela Universidade Federal de Ouro Preto; Mestre pela mesma instituição, onde defendeu a dissertação intitulada Ser exposto: a circulação de crianças no Termo de Mariana (1737 – 1828) sob a orientação do professor Dr. Renato Venâncio e fomento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Atualmente é doutoranda em História Social na Universidade de São Paulo, onde desenvolve a pesquisa sobre normas e práticas de castigar e disciplinar crianças e escravos.

Graduated from the Universidade Federal de Ouro Preto; Mestre by the same institution, which defended the dissertation entitled Ser exposto: a circulação de crianças no Termo de Mariana (1737 – 1828) under the supervision of the Professor Dr. Renato Pinto Venâncio and the sponsoring agency of the Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação. Currently she is a doctoral student in Social History at the Universidade de São Paulo, where se develops research on norms and practices of punishing and disciplining children and slaves.

Currículo Lattes

 

 

Publicações online:

 A exposição de crianças em Mariana: o papel da Câmara Municipal (1748 - 1822). LPH (UFOP), v. 18, p. 247-283, 2008.

A exposição em Minas: o papel das Câmaras Municipais de Mariana e Vila Rica na assistência as crianças abandonadas (1775 1800). In: IV Congresso Internacional de História, 2009, Maringá. IV Congresso Internacional de História, 2009.

 O papel da Câmara Municipal de Mariana na assistência às crianças abandonadas (1737 1828). In: Seminário Internacional Justiça, Administração e Luta Social: Dimensões do Poder em Minas, 2010, Mariana. Seminário Internacional Justiça, Administração e Luta Social: Dimensões do Poder em Minas, 2010.

Estruturas domiciliares da cidade de Mariana: análise da Lista de Habitantes do Distrito de Mariana de 1819. In: III Simpósio ILB - Intinerários da Pesquisa Histórica: métodos, fontes e campos temáticos, 2010, Mariana. III Simpósio ILB - Intinerários da Pesquisa Histórica: métodos, fontes e campos temáticos, 2010.

Ser exposto: a “circulação de crianças” no Termo de Mariana (1737 – 1828). Dissertação de mestrado. Universidade Federal de Ouro Preto, 2011.

 Expostos: das estruturas domiciliares à representação social - Mariana, 1737 - 1828. In: I Encontro de Pesquisa em História da UFMG - EPHIS, 2012, Belo Horizonte. I Encontro de Pesquisa em História da UFMG - EPHIS, 2012.

A excepcionalidade do tráfico: uma perspectiva da circulação de cativos no Império português. Resenha do livro: VENÂNCIO, Renato Pinto. Cativos do Reino: A circulação de escravos entre Portugal e Brasil, séculos 18 e 19. São Paulo: Alameda. In: Temporalidades, Belo Horizonte, v.6, n.1, jan/abr. 2014.